Segmento BM&FBOVESPA: novo Regulamento/Manual de Procedimentos Operacionais de Negociação

A B3 divulgou o Ofício Circular 048/2018, comunicando alterações no Regulamento e no Manual de Procedimentos Operacionais de Negociação do Segmento BM&FBOVESPA, vigentes a partir de 01/10/2018.

As novas versões do Regulamento e do Manual visam unificar, atualizar e aperfeiçoar as regras, os procedimentos operacionais e os critérios técnicos relativos ao ambiente de negociação eletrônica dos segmentos BM&FBovespa, administrados pela B3.

Em razão das novas versões do Regulamento e do Manual, a partir de 01/10/2018, ficam revogados:

  • Regulamento de Operações – Segmento Bovespa;
  • Manual de Procedimentos Operacionais – Segmento Bovespa;
  • Regulamento de Operações do Mercado de Balcão Organizado – Segmento Bovespa;
  • Manual de Procedimentos Operacionais do Mercado de Balcão Organizado – Renda Variável;
  • Regulamento de Operações – Segmento BM&F – Sistemas de Negociação de Derivativos: Pregões de Viva Voz e Eletrônico;
  • Regulamento para Credenciamento do Formador de Mercado nos Mercados Administrados pela BM&FBOVESPA
  • Todos os Ofícios Circulares e Comunicados Externos publicados anteriormente que tenham divulgado regras e disposições consolidadas pelo Regulamento e pelo Manual ou que sejam com eles conflitantes.

As novas versões do Regulamento de Negociação e do Manual de Procedimentos de Negociação estão disponíveis em www.b3.com.br >> Regulação >> Estrutura normativa >> Regulamentos e manuais >>  Negociação >> Segmento BM&FBOVESPA.

Esclarecimentos adicionais podem ser obtidos com a Diretoria de Negociação Eletrônica, pelos telefones (11) 2565-4304/4680.

Saiba Mais

>> Veja o Ofício Circular 048/2018 divulgado pela B3

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CVM emite deliberação para agilizar análise de ofertas de CRI

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou, no dia 7 de junho, a Deliberação 772 para agilizar a análise de ofertas de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs). No documento, a Autarquia delegou competência à Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) para apreciar pedidos de dispensa de requisitos previstos na Instrução CVM 414, em ofertas […]