Meirelles debate economia brasileira com investidores nos EUA e Europa

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, encerrou nesta semana uma viagem aos Estados Unidos e Europa, onde debateu os avanços da economia brasileira com investidores, empresários, professores e estudantes.

Em Nova York, Meirelles apresentou em evento do jornal Financial Times dados que mostram que o Brasil saiu da pior recessão de sua história e está a caminho do crescimento sustentado. Na ocasião, o ministro falou a grupos de investidores, analistas e empresários interessados em ampliar investimentos no Brasil.

Em Bruxelas, Meirelles se reuniu com o vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovski, para discutir uma cooperação financeira entre a União Europeia e o Mercosul.

Além disto, o ministro também esteve com o representante brasileiro na União Europeia, embaixador Everton Vargas, onde discutiu a estratégia de negociação do acesso à OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Em Londres, Meirelles palestrou na London School of Economics e depois se reuniu com investidores e interlocutores econômicos em um café da manhã organizado pela Embaixada do Brasil em Londres. Na cidade, ele palestrou ainda em eventos com investidores do Itaú e HSBC.

Saiba Mais

>> Veja a notícia completa no site do Ministério da Fazenda

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tesouro Direto atinge R$ 1,4 bi de vendas em fevereiro

29/03/2016 – O Tesouro Direto divulgou que as vendas de títulos atingiram R$ 1,38 bilhão em fevereiro. Os resgates totalizaram R$ 446,7 milhões, sendo que R$ 88,8 milhões foram relativos aos vencimentos do mês e R$ 357,8 milhões, relativos às recompras no período. Os dados mostram que os títulos mais procurados no período foram os […]

BNDES quer dar mais garantias para investidor em debêntures para infraestrutura

O BNDES anunciou que vai reduzir a participação direta em financiamentos subsidiados de projetos, ajustando seu papel no mercado e abrindo mais espaço para o setor privado nos financiamentos. Em compensação, a instituição vai aumentar a oferta de mecanismos para reduzir os riscos dos investidores privados em debêntures, especialmente as de infraestrutura, como forma de […]