Carlos Rebello é nomeado novo diretor da CVM

Após aprovação pelo Senado Federal, o Presidente da República Michel Temer nomeou Carlos Alberto Rebello Sobrinho para exercer o cargo de diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) até 31/12/2019.

Rebello é graduado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), cursou pós-graduação em Projetos Industriais do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE-UFRJ) e possui MBA em Direito Empresarial do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC).

O novo diretor já trabalhou na Autarquia de 1978 a 2009. Neste período, teve a oportunidade de ser titular das Superintendências de Registro de Valores Mobiliários (SRE), de Relações com Empresas (SEP) e de Relações com Investidores Institucionais (SIN). Entre 2009 e 2015, esteve à frente da Diretoria de Regulação de Emissores da então BM&FBovespa, hoje B3. Nos últimos três anos, vinha atuando como consultor de mercado de capitais e companhias abertas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Governo publica MP 784 que fortalece estruturas da CVM e BC

O Governo Federal publicou, no dia 8 de junho, a Medida Provisória no 784 com o objetivo de fortalecer as estruturas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e do Banco Central. Além de criar acordo de leniência no âmbito das duas autarquias, a MP aumentou seus poderes punitivos em casos de infrações administrativas cometidas por […]

Sancionado novo marco legal punitivo do sistema financeiro

No dia 14/11/2017, foi sancionada a Lei nº 13.506/2017 através da qual o Banco Central (BC) passa a ter novos instrumentos de supervisão para apurar e punir eventuais infrações administrativas cometidas no âmbito do Sistema Financeiro Nacional. O valor das penalidades de multas aplicadas pelo BC também foi revisado e pode chegar a R$2 bilhões […]