Boletim da CVM sinaliza nova alta no indicador de apetite pelo risco

O Boletim de Risco, produzido pela Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), apresentou os indicadores de risco dos mercados de capitais de economias avançadas e emergentes, especialmente Brasil. “Na edição de outubro, tendo por base dados de setembro, os indicadores sinalizaram intensificação do apetite pelo risco, ainda que em meio a possíveis alterações no cenário externo”, comentou Bruno Luna, chefe da ASA/CVM.

O Mapa de Riscos operou no mês de setembro em um contexto no qual os índices acionários no Brasil acumularam retornos positivos, mesmo diante do aumento em sua volatilidade, contribuindo para o apetite pelo risco. Outro fato para isso, ainda que não captado explicitamente pelo indicador, encontra-se no desempenho dos índices IFIX (fundos imobiliários) e IFR-M (títulos públicos pré-fixados), representativos de ativos com maior nível de risco.

Saiba Mais

>> Veja a edição de outubro do Boletim de Risco

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tesouro Direto atinge R$ 1,4 bi de vendas em fevereiro

29/03/2016 – O Tesouro Direto divulgou que as vendas de títulos atingiram R$ 1,38 bilhão em fevereiro. Os resgates totalizaram R$ 446,7 milhões, sendo que R$ 88,8 milhões foram relativos aos vencimentos do mês e R$ 357,8 milhões, relativos às recompras no período. Os dados mostram que os títulos mais procurados no período foram os […]

Instituições financeiras voltam a ser maiores detentores de títulos federais

Notícia publicada no portal Investidor Institucional informa que as instituições financeiras voltaram a ser os maiores detentores de títulos federais. Segundo dados divulgados pelo Tesouro Nacional, os bancos retornaram à liderança da concentração de ativos em junho, depois de perderem o posto em abril para os fundos de previdência. As instituições financeiras encerraram junho com […]