ANCORD realiza Workshop sobre Fintech. Evento será um dos mais importantes já feitos no Brasil

A ANCORD realizará no dia 12 de setembro de 2017, às 19hs, o “WorkShop Fintech: Novidades e tendências sobre a ferramenta que mudou os processos financeiros de empresas e pessoas”.

Cinco especialistas apresentarão e discutirão temas relacionados à Fintech, como ferramenta global, segurança da informação, governança tecnológica, desafios e perspectivas para start-ups, principais tendências, entre outros assuntos relevantes do setor.

O evento, que conta com o patrocínio da Totvs, será no dia 12 de setembro das 19h às 21h no Spazio JK (Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1726) em São Paulo.

O workshop é gratuito e as vagas são limitadas.

As inscrições podem ser feitas aqui: http://www.ancord.org.br/workshopfintech/

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ANCORD realiza palestra e debate sobre cenário político e eleições 2018

No dia 15 de agosto, a ANCORD realizou a palestra “O Cenário da Crise Política e as Eleições de 2018” com Ibsen Costa Manso, um dos principais analistas políticos do Brasil. A abertura do evento foi feita pelo presidente da ANCORD, Caio Weil Villares, que destacou a relevância do tema e do debate na atual […]

Seminário debateu impactos das Fintechs no mercado

Na semana passada, aconteceu no Rio de Janeiro o Seminário Fintech Brasil: Tecnologia e Inovação no Setor Financeiro, evento que reuniu reguladores, bancos de fomento e associações de diversos países da América Latina e Caribe. “Esse é um assunto de extremo interesse para a economia”, ressaltou o presidente da CVM, Marcelo Barbosa. Comentando sobre o […]

Workshop sobre Churning no Mercado de Capitais

ANCORD e o escritório Loria e Kalansky Advogados promoverão Webinar/ Workshop sobre Churning no Mercado de Capitais No próximo dia 28 de março, a partir das 9h00, a Ancord (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias) irá promover o Workshop “Churning no Mercado de Capitais: Precedentes e Responsabilidade dos Agentes”. […]