BM&FBOVESPA emite comunicado sobre interpretação da Instrução CVM 539/2013

A BM&FBOVESPA divulgou um comunicado, no dia 19 de janeiro, a respeito da interpretação da instrução da CVM nº539/13. O documento anexa a Consulta feita pela BSM (BM&FBOVESPA Supervisão de Mercados) à CVM, solicitando esclarecimentos dos artigos 1º e 2º no que diz respeito à definição do perfil de investimento dos clientes, recomendação de produtos, realização de operações e prestação de serviços a partir da verificação da adequação do perfil do cliente. Na sequência do comunicado, há a resposta da Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários (SMI) com os devidos esclarecimentos sobre o tema.

Informações adicionais podem ser obtidas com a Superintendência de Auditoria de Negócios da BSM, pelo telefone (11) 2565-6074.

Saiba Mais

>> Veja o Comunicado Externo divulgado aos Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (PDF)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CMN aprova Resolução que estabelece procedimentos para mensuração e registro contábil de provisão

No dia 28 de julho, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a Resolução 4.512, que estabelece procedimentos contábeis específicos aplicáveis à mensuração e ao registro de provisão passiva para garantias financeiras prestadas pelas instituições financeiras, a exemplo de avais e fianças concedidos. De acordo com o Banco Central, a medida representa um passo em direção […]

B3 divulga informações sobre o Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic)

Dando continuidade à adequação do Sistema do Segmento Cetip UTVM para a identificação dos Regimes de Registro ou de Depósito Centralizado de Ativos Financeiros, a B3 informou que está prevista para 25/03/2019 a implementação dos procedimentos operacionais relacionados com o conjunto de ativos financeiros indicados abaixo. Clique aqui e acesse o teor completo do Comunicado da B3.

S5: mais instituições financeiras poderão optar por regime prudencial simplificado

A partir de fevereiro de 2018, instituições não bancárias poderão optar pelo Regime Prudencial Simplificado (RPS). A novidade faz parte das ações da Agenda BC+, no pilar “Sistema Financeiro Nacional (SFN) mais eficiente”. Com isto, o escopo de instituições financeiras não bancárias que poderão adotar o RPS será ampliado. Poderão participar, por exemplo, corretoras e […]