Transações de private equity no Brasil caem 56% no 1º trimestre

As transações de private equity realizadas no primeiro trimestre deste ano no Brasil foram 56% menores do que as computadas no mesmo período de 2016, totalizando 14 contra 32 daquele ano. Os dados são da Transactional Track Record (TTR) em colaboração com a LexisNexis. Deste total, apenas três tiveram seus valores divulgados, somando R$ 2,5 bilhões. A Advent International e o CPP (Canada Pension Plan) lideraram entre gestores mais ativos no período.

O total de fusões e aquisições do primeiro trimestre deste ano foi de 256 operações, aumento de 6,22% em relação ao ano passado. Apenas 96 transações tiveram valores revelados, que somam R$ 62,6 bilhões.

A notícia foi publicada no site Investidor Institucional.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

BC realiza seminário sobre estabilidade financeira e economia bancária

Na quarta-feira (03/10/2018), o Banco Central realizará o XIII Seminário Anual sobre Estabilidade Financeira e Economia Bancária, no Renaissance São Paulo Hotel, em São Paulo. Durante o evento, será realizada a entrevista coletiva do Relatório de Estabilidade Financeira (REF), referente ao primeiro semestre de 2018. O Seminário visa promover o intercâmbio de experiências e conhecimentos […]

Câmara BM&FBOVESPA passa a aceitar LCIs e LCAs em garantia

No dia 01/09/2017, a B3 divulgou Comunicado Externo informando que as Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) tornaram-se elegíveis ao depósito de garantias da Câmara de Compensação e Liquidação da BM&FBOVESPA. Resultado de discussões realizadas no Comitê do Setor de Intermediação, a medida visa fomentar o mercado com a […]