Transações de private equity no Brasil caem 56% no 1º trimestre

As transações de private equity realizadas no primeiro trimestre deste ano no Brasil foram 56% menores do que as computadas no mesmo período de 2016, totalizando 14 contra 32 daquele ano. Os dados são da Transactional Track Record (TTR) em colaboração com a LexisNexis. Deste total, apenas três tiveram seus valores divulgados, somando R$ 2,5 bilhões. A Advent International e o CPP (Canada Pension Plan) lideraram entre gestores mais ativos no período.

O total de fusões e aquisições do primeiro trimestre deste ano foi de 256 operações, aumento de 6,22% em relação ao ano passado. Apenas 96 transações tiveram valores revelados, que somam R$ 62,6 bilhões.

A notícia foi publicada no site Investidor Institucional.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bovespa apresenta resultados do 4º trimestre de 2015

01/03/2016 – A BMF&F Bovespa divulgou recentemente os resultados referentes ao quarto trimestre de 2015. Foi registrado lucro líquido de R$ 534,1 milhões, que representa um crescimento de 43% em relação ao mesmo período de 2014, quando foi alcançado o valor de R$ 373,2 milhões. A Bolsa fechou o ano com um lucro líquido de […]