CVM divulga ofício sobre credenciamento de analista de valores mobiliários pessoa jurídica

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou o Ofício Circular CVM/SIN/n°5/2018, direcionado aos analistas de valores mobiliários e às entidades credenciadoras. O documento apresenta cronograma com seis etapas sobre o processo de adaptação à Instrução CVM 598 (editada em 04/05 2018) e que passou a regular a atividade de análise de valores mobiliários.

De acordo com o documento, o primeiro passo deve ser feito pelas entidades credenciadoras: elas deverão solicitar à CVM, por meio de protocolo, a alteração de códigos vigentes até o dia 03/07/2018. Após essa data, haverá ainda algumas outras fases envolvendo a Autarquia e as entidades:

Etapa Prazo   previsto Responsável  
 

Protocolo, na CVM, de pedido de alteração dos Códigos vigentes

 

3/7/2018 Entidades credenciadoras
 Análise inicial do pedido e eventual formulação de exigências 3/8/2018 CVM/SIN
 

Atendimento de exigências

 

17/8/2018 Entidades credenciadoras
 

Submissão do pleito ao Colegiado

 

31/8/2018 CVM/SIN
 

Publicação da versão final dos Códigos alterados das entidades credenciadoras (incluindo determinações do Colegiado)

 

28/9/2018 Entidades credenciadoras
Prazo para pedido de credenciamento por parte das pessoas jurídicas 30/11/2018  

Pessoas jurídicas que exerçam a atividade de análise

 

Segundo a Autarquia, os analistas de valores mobiliários pessoa jurídica precisam ficar atentos ao calendário, pois só poderão se credenciar junto à entidade responsável a partir de 28/09/2018, data prevista para a conclusão do processo de adaptação da própria entidade credenciadora ao novo regime.

Saiba Mais

>> Confira o Ofício Circular na íntegra e saiba mais sobre processo de adaptação à Instrução CVM 598.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

BC divulga resolução sobre atividade de auditoria interna

O Banco Central (BC) divulgou a Resolução Nº 4.588, de 29 de junho de 2017, que dispõe sobre a atividade de auditoria interna nas instituições financeiras e demais instituições autorizadas. Segundo a norma, as instituições devem implementar e manter atividade de auditoria interna compatível com a natureza, porte, complexidade, estrutura, perfil de risco e modelo […]

B3 informa unificação dos Códigos de Instrumento Financeiro da 6ª Emissão de Debêntures

Conforme Comunicado Externo de 09 de novembro, a B3 informa que, em 10/12/2018, ocorrerá a unificação dos códigos de instrumento financeiro (Código IF) que identificam as debêntures integrantes da 6ª emissão de debêntures da Vale S.A. Os códigos CVRDB6, CVRDC6 e CVRDD6 deixarão de existir, passando as debêntures a serem identificadas somente pelo Código IF CVRDA6. […]