CVM atualiza cartilha sobre Forex

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) anunciou a atualização da cartilha referente às ofertas irregulares de investimento no mercado Forex. O material apresenta características, funcionamento e riscos desse mercado.

De maneira geral, Foreign Exchange Market é um conjunto das operações envolvendo trocas entre moedas de diversos países. Fazem parte desse mercado todos os governos, bancos, empresas e indivíduos que transacionam moedas. Também se insere nesse mercado o investimento em ativos que tenham seu valor ou rendimento vinculado de alguma forma ao valor de moedas estrangeiras.

A partir de consultas e reclamações recebidas, é comum que a CVM identifique ofertas irregulares de investimento no mercado Forex, efetuadas por instituições não autorizadas a atuar no mercado de valores mobiliários brasileiro.

Tais ofertas – muitas vezes repletas de promessas de alta rentabilidade – têm atraído investidores que nem sempre estão cientes das características e dos riscos envolvidos. Muitos enfrentam problemas para recuperar os valores investidos, descobrindo que, na verdade, foram vítimas de fraudes. Por essas razões, a oferta desse tipo de investimento a investidores de varejo é até mesmo proibida em diversos países.

A cartilha destaca que, até o presente momento, não há qualquer oferta relacionada ao mercado Forex registrada na CVM ou corretora autorizada pela Autarquia a atuar nesse mercado.

O material deixa claro que os investidores que decidem investir nesse mercado ficam expostos não só aos riscos relacionados à estratégia de investimento, mas também à insegurança decorrente de fornecer dados pessoais a entidades de idoneidade incerta.

Saiba Mais

>> Acesse a íntegra da cartilha “FOREX – Foreign Exchange Market – Série Alertas”

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tesouro Direto bate recorde em dezembro

26/01/2016 – Dados do Tesouro Nacional mostram que 2015 foi o ano do Tesouro Direto. No ano, a venda de títulos públicos alcançou R$ 1,2 bilhão em vendas líquidas, valor mais alto desde o seu lançamento. O programa também teve o maior número de operações de vendas de títulos em dezembro de 2015, com mais […]