Dividend Yield na Bolsa brasileira tem melhor desempenho desde 2010, revela estudo

Segundo um levantamento realizado pela consultoria Economatica, o ano de 2018 registra o melhor desempenho desde 2010 na Bolsa brasileira em termos de Dividend Yield (DY), indicador que mede o ganho que o acionista tem com o recebimento de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP).

A média do DY total nos últimos 12 meses até 24/07/2018 foi de 3,45%, melhor valor já registrado desde 2010. Já o DY considerando somente os dividendos em 2018 foi de 2,39%, melhor resultado desde 2014.

Em termos dos melhores Dividend Yields (considerando dividendos e juros sobre capital próprio) entre as ações do índice IBRX 100, a Eztec ON (EZTC3) teve o melhor desempenho com DY de 16,03%, sendo que 100% do DY foi distribuído por meio de dividendos, já que a empresa não distribuiu JCP nos últimos 12 meses. A Copasa ON (CSMG3) foi a segunda ação melhor posicionada com DY total de 10,97%. A ação distribuiu DY com dividendos de 7,16% e 3,81% com JCPs.

O estudo trouxe ainda a relação dos melhores Dividend Yields considerando somente JCPs e também somente os dividendos.

Saiba Mais

>> Veja o levantamento completo no site da Economatica

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CVM e Previc assinam Acordo de Cooperação Técnica

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) assinaram neste mês Acordo de Cooperação Técnica para intercâmbio de informações e atividades de fiscalização. A iniciativa amplia o escopo de convênio anterior (firmado em 2005), a fim de aprimorar a atuação conjunta dos supervisores. “Espera-se possibilitar que Previc e CVM […]