Boletim da CVM revela queda em indicador de apetite pelo risco

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou o Boletim de Risco, publicação mensal que apresenta os indicadores de risco dos mercados de capitais de economias avançadas e emergentes, especialmente do Brasil. Em sua última edição, que avalia o desempenho de outubro, o Mapa de Riscos sinalizou queda no indicador de apetite pelo risco, em linha com a correção observada nos índices de renda variável e com a alta no indicador de risco de mercado.

O contexto no qual o Mapa de Riscos operou em outubro foi um no qual os i?ndices aciona?rios no Brasil acumularam retornos negativos, gerando aumento de volatilidade. Alguns indicadores macroecono?micos estiveram em linha com esse cena?rio, tais como a sai?da li?quida de capitais estrangeiros da B3, a depreciac?a?o cambial e a alta no indicador de taxas de juros. No entanto, verificou-se queda no indicador de CDS soberano, sinalizando uma correc?a?o mais relacionada com fundamentos macroecono?micos do que algo mais relacionado aos desdobramentos poli?ticos.

Por outro lado, o Boletim trouxe como ponto positivo o fato de que quase todos os indicadores financeiros citados anteriormente, inclusive o IBOVESPA, ja? se recuperaram totalmente dos efeitos provocados pelo cena?rio poli?tico sensi?vel do me?s de maio, com excec?a?o do ca?mbio.

Saiba Mais

>> Veja a íntegra do Boletim de Risco no site da CVM

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos Estruturados

A Superintendência de Relações com Investidores Institucionais (SIN) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançou, no dia 8 de junho, o Sistema de Gestão de Fundos Estruturados (SGF). O novo sistema permitirá que o próprio administrador registre automaticamente o fundo estruturado e preste as informações cadastrais, promovendo mais celeridade e transparência ao público em geral. […]