Boletim da CVM revela queda em indicador de apetite pelo risco

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou o Boletim de Risco, publicação mensal que apresenta os indicadores de risco dos mercados de capitais de economias avançadas e emergentes, especialmente do Brasil. Em sua última edição, que avalia o desempenho de outubro, o Mapa de Riscos sinalizou queda no indicador de apetite pelo risco, em linha com a correção observada nos índices de renda variável e com a alta no indicador de risco de mercado.

O contexto no qual o Mapa de Riscos operou em outubro foi um no qual os i?ndices aciona?rios no Brasil acumularam retornos negativos, gerando aumento de volatilidade. Alguns indicadores macroecono?micos estiveram em linha com esse cena?rio, tais como a sai?da li?quida de capitais estrangeiros da B3, a depreciac?a?o cambial e a alta no indicador de taxas de juros. No entanto, verificou-se queda no indicador de CDS soberano, sinalizando uma correc?a?o mais relacionada com fundamentos macroecono?micos do que algo mais relacionado aos desdobramentos poli?ticos.

Por outro lado, o Boletim trouxe como ponto positivo o fato de que quase todos os indicadores financeiros citados anteriormente, inclusive o IBOVESPA, ja? se recuperaram totalmente dos efeitos provocados pelo cena?rio poli?tico sensi?vel do me?s de maio, com excec?a?o do ca?mbio.

Saiba Mais

>> Veja a íntegra do Boletim de Risco no site da CVM

NOTÍCIAS RELACIONADAS

BM&FBOVESPA inicia negociação de novos BDRs Não Patrocinados Nível I

A BM&FBOVESPA inicia nesta segunda-feira (3) a negociação de três novos programas de Brazilian Depositary Receipts Não Patrocinados Nível I (BDR NP), emitidos pelo Bradesco S.A. Os novos programas autorizados para negociação são da AETNA Inc. (AETB34), American International Group Inc. (AIGB34) e Duke Energy Corporation (DUKB34). Com os novos programas, o portfólio da BM&FBOVESPA […]

COE com intermediação atinge mil operações em um mês

19/04/2016 – A implantação do processo de distribuição pública do Certificado de Operações Estruturadas (COE) completou um mês no dia 26 de março. Dados divulgados pela Cetip mostram que durante esses 30 dias foram registradas mil operações. O estoque (montante disponível no mercado) atual do instrumento é de R$ 8,5 bilhões. Ao final de 2015, […]

CVM divulga FAQ sobre Initial Coin Offerings (ICOs)

Considerando o avanço das operações conhecidas como Initial Coin Offerings (ICOs), a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) divulgou que está atenta às recentes inovações tecnológicas nos mercados financeiros global e brasileiro, buscando compreender os benefícios e riscos associados. Para esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre o assunto, a Autarquia divulgou um FAQ. A CVM recomenda […]