B3 altera processo de habilitação de profissional de Operações e AAI e repasse de ordens

A B3 divulgou o Ofício Circular 044/2018-PRE, informando alterações no processo de habilitação dos profissionais de operações (operador, assessor, assessor bancário responsável e assessor bancário), bem como dos Agentes Autônomos de Investimento.

Agora tais profissionais podem realizar o repasse de ordens para outro operador do participante de negociação ou instituição pertencente ao grupo econômico do participante, para que estes insiram, alterem ou cancelem ofertas e registrem operações no sistema de negociação da B3, conforme as regras e os procedimentos aplicáveis ao operador.

A partir de 01/10/2018, será descontinuado o procedimento de credenciamento executado pela B3 na habilitação dos profissionais da área de operações e dos Agentes Autônomos de Investimento.

Assim, estes profissionais estarão aptos a exercer suas funções após a conclusão dos procedimentos indicados a seguir:

  • Certificação – processo executado pelo profissional para atestar seu conhecimento relacionado aos mercados administrados pela B3. Visa estabelecer contínua atualização de conhecimento, a fim de manter o padrão de qualidade na indústria de intermediação. Esse processo é obrigatório para profissionais que atuam junto à B3 em uma das áreas de conhecimento definidas no Manual de Certificação. A certificação também é um item obrigatório do Programa de Qualificação Operacional (PQO).
  • Cadastro do profissional – processo executado pelo participante, no Gerenciador de Habilitação de Profissionais (GHP), referente ao registro dos profissionais que atuam nas áreas passíveis de certificação pela B3.
  • Habilitação – processo executado pela B3 com o objetivo de possibilitar que os profissionais estejam aptos a iniciar o exercício de suas funções. O participante ao qual o profissional de operações está vinculado passará a ser o único responsável pela conferência dos requisitos e dos documentos necessários.

Contato

Informações adicionais sobre cadastro de profissionais de operações no GHP podem ser obtidas com a Diretoria de Depositária e Operações de Balcão, pelo telefone (11) 2565-5252, opção “profissionais”, ou pelo e-mail cadastro@b3.com.br, indicando no assunto “Cadastro de profissionais de operações, nome e código operacional da instituição”.

Informações adicionais sobre o uso das tags e das identificações dos profissionais poderão ser obtidas com a Superintendência de Suporte à Negociação, pelo e-mail suporteanegociacao@b3.com.br ou pelo telefone (11) 2565-5000, opção 2.

Nota da ANCORD

Salientamos a importância dos Participantes em garantir o atendimento e manutenção dos requisitos cadastrais necessários por parte dos profissionais a eles vinculados.

Saiba Mais

>> Acesse a íntegra do Ofício Circular 044/2018-PRE, o Anexo I (Requisitos e Documentos para Habilitação de Profissionais de Operações) e o Anexo II (Termo de Declaração)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

B3 divulga nova versão do Regulamento do Novo Mercado

A B3 informa que, em 05/09/2017, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovou nova versão do Regulamento do Novo Mercado, a qual entrará em vigor em 02/01/2018, quando as companhias listadas, seus acionistas, bem como membros da administração e do conselho fiscal (caso instalado) passarão a se sujeitar às novas disposições. A nova versão do […]

B3 divulga informações sobre o Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic)

Dando continuidade à adequação do Sistema do Segmento Cetip UTVM para a identificação dos Regimes de Registro ou de Depósito Centralizado de Ativos Financeiros, a B3 informou que está prevista para 25/03/2019 a implementação dos procedimentos operacionais relacionados com o conjunto de ativos financeiros indicados abaixo. Clique aqui e acesse o teor completo do Comunicado da B3.

B3 informa unificação dos Códigos de Instrumento Financeiro da 6ª Emissão de Debêntures

Conforme Comunicado Externo de 09 de novembro, a B3 informa que, em 10/12/2018, ocorrerá a unificação dos códigos de instrumento financeiro (Código IF) que identificam as debêntures integrantes da 6ª emissão de debêntures da Vale S.A. Os códigos CVRDB6, CVRDC6 e CVRDD6 deixarão de existir, passando as debêntures a serem identificadas somente pelo Código IF CVRDA6. […]