Mercado de CRA segue aquecido em 2017

Os primeiros quatro meses de 2017 se mostraram aquecidos para o mercado de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA). No período, foram registrados na B3 mais de R$ 3 bilhões desses papéis. Ao final de abril, o estoque de CRA na Bolsa superou a marca de R$ 20 bilhões, mais do que o dobro dos R$ 9 bilhões atingidos no mesmo mês do ano passado.

Entre as ofertas ocorridas nesse período, destacam-se as operações do Grupo Pão de Açúcar, de R$ 1 bilhão, da Klabin, de R$ 845 milhões, e São Martinho, de R$ 500 milhões. Com relação a maio, vale mencionar a oferta de Raizen, de R$ 969 milhões e de Ipiranga, de R$ 1 bilhão. O prazo médio dos CRAs que estão atualmente na carteira dos investidores é de cinco anos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos Estruturados

A Superintendência de Relações com Investidores Institucionais (SIN) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançou, no dia 8 de junho, o Sistema de Gestão de Fundos Estruturados (SGF). O novo sistema permitirá que o próprio administrador registre automaticamente o fundo estruturado e preste as informações cadastrais, promovendo mais celeridade e transparência ao público em geral. […]

BM&FBOVESPA divulga balanço de operações de fevereiro

No dia 6 de março, a BM&FBOVESPA divulgou seu balanço de operações de fevereiro. No período, o segmento Bovespa movimentou R$ 165,23 bilhões, ante R$ 144,33 bilhões registrados em janeiro. A média diária foi de R$ 9,17 bilhões, ante R$ 6,87 bilhões. Foram realizados 18.609.157 negócios, ante 18.954.467 no mês anterior. A média diária de […]