Investimentos no Tesouro Direto alcançam R$ 1,5 bi em agosto

Em agosto, as vendas do Tesouro Direto totalizaram R$ 1.542,8 bilhão. Os resgates somaram R$ 632,9 milhões, sendo R$ 526,3 relativos às recompras ocorridas no mês e R$ 106,6 milhões, aos vencimentos de agosto. No mês, foram realizadas 151.609 operações de venda no programa. O valor médio por operação foi de R$ 10.175,96. Vale destacar a utilização do programa por pequenos investidores, observada pelo considerável número de vendas até R$ 5.000,00, que correspondeu a 73,2% das vendas ocorridas no mês, maior proporção deste grupo na série.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados ao IPCA (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais), cuja participação nas vendas atingiu 59,4%. Os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) corresponderam a 13,4% do total e os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic), 27,1%. Em relação ao prazo de emissão, 17,6% das vendas no Tesouro Direto no mês corresponderam a títulos com vencimentos acima de 10 anos. As vendas de títulos com prazo entre 5 e 10 anos representaram 17,6% e as com prazo entre 1 e 5 anos, 64,8% do total.

Em agosto, o Tesouro Direto registrou 44.910 novos investidores cadastrados. Com isso, o total de investidores cadastrados alcançou 930.196 no final do mês, o que representa aumento de 68,4% nos últimos doze meses. O número de investidores ativos (que efetivamente possuem aplicações) chegou a 335.167, uma variação de 78,7% no último ano.

Saiba Mais

>> Leia a notícia completa no site do Ministério da Fazenda

NOTÍCIAS RELACIONADAS

BM&FBOVESPA anuncia resultados do 3T16

A BM&FBOVESPA S.A. divulgou os resultados do terceiro trimestre de 2016. No período, a queda de volumes e da receita média por contrato (RPC) no segmento BM&F levou a uma redução de 6,3% da receita total na comparação com o mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 621,3 milhões. Esse desempenho foi parcialmente neutralizado pelo […]

Rentabilidade nominal da poupança é a melhor desde 2006

Segundo estudo divulgado pela consultoria Economatica no dia 11 de janeiro, a rentabilidade nominal da poupança em 2016 foi de 8,30%, valor que não era registrado desde 2006 quando o poupador ganhou 8,40% nominalmente. A rentabilidade anual da poupança cresceu pelo terceiro ano consecutivo: descontada a inflação (6,29%) medida pelo IPCA em 2016, o ganho […]