ROE dos bancos brasileiros foi superior ao de bancos americanos em 2016

Data: 14/03/2017

Segundo levantamento feito pela consultoria Economatica, em 2016, a rentabilidade sobre o patrimônio (ROE) dos bancos brasileiros atingiu mediana de 10,97%, superando a dos bancos americanos, que ficou em 7,93%.

A evolução da mediana do ROE dos bancos brasileiros desde 1995 mostra que o melhor momento aconteceu em 2007, quando a mediana atingiu 17,40%. O pior momento dos bancos brasileiros foi registrado em 2000, quando este indicador foi de 7,61%. Em 2014, os bancos brasileiros registraram seu segundo pior desempenho com 8,04%.

No mesmo período, os bancos dos EUA tiveram seu melhor momento, chegando a uma mediana do ROE de 17,61% em 1999. Já o pior momento dos bancos americanos aconteceu em 2009 quando registraram 2,43%, ano que encerrou a série de cinco anos em queda do ROE nos EUA.

O estudo levantou os melhores ROEs de todos os bancos da América Latina e EUA de capital aberto com ativos acima de US$ 100 bilhões. O ItauUnibanco liderou o ranking ao registrar ROE de 18,26% em 2016, seguido pelo Bradesco com 15,97%. O Banco do Brasil ficou na 4a posição com 11,51% e o Santander ocupou a 10a posição com 9,67%.

Saiba Mais

>> Veja o levantamento completo no site da Economatica (PDF)


Categoria