CVM emite ofício sobre Sistema de Gestão de Fundos Estruturados

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou, no dia 6 de abril, ofício que orienta sobre as etapas de implantação do novo Sistema de Gestão de Fundos Estruturados (SGF), bem como seu funcionamento e impactos. O novo sistema permitirá que o próprio administrador preste as informações cadastrais relacionadas ao fundo de investimento administrado por ele, oferecendo mais agilidade e transparência ao público em geral.

Além de consultas a protocolos de registros, alterações realizadas e consolidações de todas as informações disponibilizadas, o usuário do SGF poderá:

  • Acompanhar e alterar informações de cada fundo administrado;
  • Iniciar registro;
  • Atualizar informações cadastrais;
  • Registrar integralização de cotas;
  • Alterar data de encerramento de exercício social;
  • Substituir instituição administradora;
  • Encerrar fundos.

O lançamento do SGF está previsto para maio. Participantes do mercado que necessitarem realizar alterações cadastrais deverão solicitar a mudança diretamente à Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados por meio do email gie@cvm.gov.br, informando no assunto “Alteração Cadastral”. No corpo da mensagem, devem ser inseridos os dados a serem atualizados e o CNPJ do participante.

Saiba Mais

>> Veja a notícia completa no site da CVM

>> Acesse o Ofício-Circular CVM/SIN 01/17

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CVM emite alerta para envio de Declaração de Conformidade

As Superintendências de Relações com Investidores Institucionais (SIN), de Relações com o Mercado e Intermediários (SMI) e de Normas Contábeis e Auditoria (SNC) da CVM emitiram alerta sobre o envio da Declaração Eletrônica de Conformidade, que deverá ser feito até o dia 31/5/2017. O documento deve ser encaminhado por meio do sistema CVMWeb, disponível no […]

Extrato do Registro de Informações no Banco Central fica mais completo e acessível

O Extrato do Registro de Informações no Banco Central, o Registrato, ficou mais completo e acessível. O Registrato permite que clientes de bancos e demais instituições autorizadas pelo BC tenham acesso a informações pessoais sobre seus relacionamentos com o sistema financeiro (SFN), sobre empréstimos tomados, as contas e as operações de câmbio contratadas. A novidade fica por conta do assistente […]