Representatividade

Como é a atuação da Ancord?

Com a colaboração das Instituições Associadas, dos Membros dos Comitês e das Assessorias, os associados da ANCORD estão representados nas seguintes entidades:

 logo_cnf Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF)

A ANCORD integra o Conselho de Representantes da CNF desde sua fundação, em 1985. A Confederação patrocina debates e participa das discussões dos temas de interesse do País, mediante atuação intensa e transparente pelos canais apropriados dos órgãos públicos e entidades da sociedade civil.

logo_crsfn Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional (CRSFN)

É um órgão colegiado de 2º grau, integrante da estrutura do Ministério da Fazenda. Possui a atribuição de julgar em 2ª e em última instância administrativa recursos relativos aos mercados financeiro, cambial e de capitais.A ANCORD indica membro do Conselho desde sua criação em 1985.

logo_mercaprev Fundo de Pensão Multipatrocinado das Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais

A ANCORD é um dos sócios fundadores do Mercaprev, aprovado pela Secretaria de Previdência Complementar do Ministério da Previdência Social em 1995. O Mercaprev é uma entidade como objetivo de instituir planos de previdência de concessão de benefícios complementares ou assemelhados ao da previdência oficial.

  logo_anbima_II Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA)

A ANCORD indica representantes para os seguintes Conselhos de Regulação e Melhores Práticas da Anbima: Indústria de Fundos de Investimento, Atividade de Gestão de Patrimônio Financeiro no Mercado Doméstico, Mercado Aberto e Programa de Certificação Continuada.

logo_vivacentro Associação Viva o Centro – São Paulo

Ação da iniciativa privada para revitalizar a área central de São Paulo e conta com o apoio da ANCORD desde sua fundação, em 1991.

logo_codim Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado

A ANCORD possui dois representantes no Comitê que busca oferecer orientação e sugestões às companhias abertas, profissionais de relação com investidores, analistas de investimentos, administradores de recursos, investidores, dentre outros, a respeito das alternativas adequadas de divulgação de informações para o público.